A vida menina

E é a vida menina
egoísta, possessiva, invejosa
que me prende no ciclo da constância
e não me permite crescer 
ou ver
o que o mundo tem mais para mostrar.

A vida menina,
uma vez inocente,
me fere as entranhas 
e por isso, como criança,
me ponho a chorar.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s