Caro, sabiá

Quando olho para o sabiá
e vejo que sabe cansar
me envergonho com sua presença,
porque apesar da consciência,
não tenho nada para o oferecer.

E o que precisaria mais? Vive, come, bebe e canta. Seus dias são completos e o invejo por isto o bastar: eu, humano, trabalho, deito, durmo e 
em pranto
entro
por ser o que sou.

Queria eu viver como o sabiá que só sabe cantar. 
Sabiá, com toda sua sabedoria, compartilha comigo seus segredos da vida.

Queria eu viver como o sabiá que só sabe cantar...

Sabiá, então me fala! 
Com toda sua sabedoria, compartilha comigo seus segredos da vida,
me diz o que preciso para viver como sua sábia existência,
ô meu caro sabiá.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s