Trivialidades da vida

À primeira vista, uma maçã apodrecendo, o balançar de braços de um indivíduo, gotas de água caindo do céu, a cicatrização de uma ferida e a existência do sol, parecem acontecimentos triviais. Por que entender mais do que a visão literal permite?

No passado foi importante filtrar o que se vê: uma folha de aparência suspeita, um buraco no meio do caminho, um predador à espreita, uma bela flor… E o enxergar-literal foi importante para tantas aplicações práticas… O problema foi quando começou a limitar nosso desenvolvimento.

Vimos a folha estranha e demoramos para a enxergar como uma fonte de nutrientes, repleta de vasos, seivas e células e água e vida. 

Quando enxergamos a folha além da folha, o poder era propriedade de poucos – até convencerem o resto das vilas e tribos que poderiam comer a folha, muita gente morreu desnutrida.

Atualmente, acreditamos termos chegado num patamar excepcional da vida e do conhecimento, mas a realidade é: nunca parece que há algo novo para aprender, quando tudo que você sabe é o que você faz questão de saber. Uma maçã apodrecendo em cima da mesa, o que posso aprender com isso? Que coisa ridícula.

Mas você já parou para pensar o que faz a maçã ser doce? E o que aquelas sementes guardam para virarem novas maçãs?

Já parou para pensar no processo de envelhecimento, como as células se portam nesse tempo, e que esse mesmo tempo é uma variável imprescindível para tudo na Terra – não na Terra, mas no Universo?

Já parou para pensar o que causa um braço balançar e como é possível um balançar? Como é possível andar? Por que as coisas não ficam paradas e inertes a realidade e… imortais? Já parou para pensar no constante movimento do mundo?

Já tentou refletir sobre as águas que moram na Terra e vão ao céu e voltam à Terra e molha sua blusa, que muda de cor, que molha sua pele, que sente frio, que caí no chão e faz barulho e que caí no guarda-chuva que não absorve água nenhuma… Como funciona a absorção? Como funciona o molhar?

Quando olha o sol, imagina quantos elementos partilham? Que cada cor que ele emite, todo calor e energia, interage com você apesar dos quilômetros de distância e, ainda por cima, ele ajuda a manter toda vida?

O ser humano tem potencial para conquistar o mundo, mas prefere o destruir, graças a uma ignorância cega em si.

O ser humano tem potencial para conquistar o mundo, mas prefere se apegar a rotinas e enxergar tudo o que lhe acontece de forma trivial e lamentável.

A realidade tem tanta magia

Triste ver pessoas morando num lugar, com tanto para ensinar, ignorando essas lições.

Fico triste por todos incapazes de ver o mundo, podendo escolher diferente.

Meu lamento é para vocês que podem, mas nada fazem.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s