Onde você esconde sua paciência?

Por que você é tão… impaciente?

Não existe resposta certa, qualquer coisa pode ser motivo para perder sua paciência – discussões familiares, com colegas; pressão no trabalho ou estudos; o mundo, pessoas, a vida. Mas não é porque tudo pode ser motivo de estresse, que você deveria se estressar por tudo.

Vivemos numa sociedade com tantos estímulos, que naturalizamos as ansiedades derivadas destes. Se uma pessoa se autoproclama “sou estressada”, não enxergamos como um problema imediato.

Nos acostumamos a sentir, e mergulhar nesse sentimento danoso. Nos entregamos à cara fechada, raiva, impaciência; que tornam-se gritos, vícios e violência. Aceitamos o que nosso corpo nos empurra a fazer: liberar tensão física.

Só que liberar essa tensão, nos impede de refletir – ficamos cegos às sensações. Quando adormecidos sobre os porquês e comos; se erramos ou exageramos; perdemos a chance de nos desenvolver e apreciar uma vida melhor – por esse motivo terapia e ócio são tão importantes.

Falta de paciência = má administração do tempo
Foto de RP Singh no Pexels

Sentir estresse não é ruim, é inevitável. O que falo é: quando estressamos e nos perdemos no estresse, não é fácil nadar em mar bravo – e não sei dizer se as pessoas percebem isso.

Agora, sei que cada vez mais pessoas querem calma, desejam a paciência, mas parecem estar perdidas sobre como chegar lá – ou mesmo, parecem indispostas a chegar lá.

Eu entendo. O processo é longo. Anos de terapia e treinamento interno, mas o saldo é positivo. Entender seus sentimentos adicionam a sua vida autoconhecimento – entender que é seu corpo que reage ao meio externo, não o meio externo que reage ao seu corpo, é libertador.

Mesmo sendo um processo difícil, se você chegou ao fim desse texto, uma sementinha de consciência foi implantada e você já será capaz de se questionar: o que me atrapalha de chegar lá?

Espero ter te ajudado. Se você conhece alguém que precisa ler isso, compartilhe com ela. Vamos juntos tentar ser melhores, para tornar o mundo um lugar melhor.

Um comentário em “Onde você esconde sua paciência?”

Agora é sua vez de escrever!